Instaurar e processar as representações disciplinares cumprindo os despachos dos Conselheiros Relatores, primando pela agilização de modo a concluí-lo em prazo razoável para encaminhamento ao Tribunal de Ética e Disciplina para julgamento.
É coordenado por um Conselheiro, com o auxílio da Procuradora Jurídica (art. 87 RIOAB/PR).
Conta com estrutura de Advogados Instrutores e parte administrativa divida em setores específicos (aplicação de pena, inadimplência, etc).

Voltar